Quem somos, de onde viemos e quem nos criou

Com base no artigo de Gurdjieff e nas questões que surgiram, quero compartilhar as seguintes ideias:

Há três perguntas essenciais que continuam a ser o foco de todas as nossas preocupações para chegarmos a compreender as nossas existências.

  1. Quem somos nós, humanos da 3D (terceira dimensão)?
  2. De onde viemos?
  3. Quem nos criou como raças?

Do ponto de vista intelectual e racional estas perguntas provocam mais insegurança e questionamentos no momento de enfrentar o vazio, chamado de verdade indemonstrável, porque para a mente humana tudo o que se questiona tem que ser comprovável e provável. Se a mente não encontra uma explicação clara, contundente e racional é quase impossível solucionar o conflito. A mente do humano 3D foi projetada para criar dúvidas e desconformidade com o único fim de desviar o centro das atenções de uma realidade concreta invisível para realidades concretas criadas artificialmente e visíveis aos olhos físicos.
A mente humana é um programa genético substituto criado para nos desconectar de nós mesmos como verdadeiros seres humanos.

A pergunta seria: Onde estamos vivendo em realidade, neste mundo ou em outro mundo dentro desta realidade física?

Para podermos acreditar de onde viemos como raças e como chegamos a este planeta, precisamos de provas que sejam físicas e compreensíveis à nossa mente, e para que isto tenha transcendência precisamos conhecer o criador que nos deu o direito a este tipo de vida biológica e nível evolutivo. Isso quer dizer que a nossa mente foi geneticamente criada sob determinados parâmetros de condução, credibilidade e conhecimento, e só assim somos controláveis e ultrajáveis.

Isto trás mais questionamentos: Acaso o nosso criador se interessa que o conheçamos? Porque nos deixaria sós em um planeta para que vivêssemos como nos fosse possível? Que nível de consciência chamado criador faria isso com a sua própria criação? Porque um criador que diz amar aos seus semelhantes nos mantém privados de todos os níveis de evolução? Estranho, não?

De uma ou outra forma, a informação que circula por este mundo sempre sofre interferência, é alterada e manipulada por um mundo paralelo que convive vibratoriamente com o que conhecemos e interagimos como superfície terrestre. Este mundo desconhecido é o responsável de que sejamos humanos 3D, e tão só vejamos e acreditemos o que está projetado como estrutura de vida sócio-cultural, política, religiosa, econômica e ideológica.

A verdadeira raça de seres humanos encontra-se vivendo prisioneira dentro deste mundo paralelo, e o que conhecemos como raça humana 3D (nós), é apenas uma projeção física holográfica dentro do que vemos como planeta terra.

Somos uma espécie de avatares 3D dentro desta realidade artificial, criada para nos manter evolutivamente cativos e prisioneiros para que, vida trás vida, nunca recordemos realmente quem somos e onde nos encontramos neste momento.

Como raças humanas 3D nos obrigam a fazer parte de um programa de vida evolutivo de subsistência para a continuidade de centenas de raças não humanas que vivem dentro deste mundo paralelo, que se vêm favoravelmente beneficiadas por este sistema de vida criado segundo a sua conveniência e que lhes solucionou para sempre a sua sobrevivência como raça e a sua descendência. Têm-nos aqui como reféns, porque somos os seus laboratórios móveis e viventes.
Experimentam com toda a civilização e têm os seus filhos fazendo parte de subgovernos para manter a população mundial sob um programa de condução e conveniência.

O filme AVATAR aproxima-se a muitas destas realidades. A mais parecida é que os verdadeiros seres humanos estão prisioneiros, vivendo nesse mundo paralelo ao qual chamo de cidade cibernética. Os verdadeiros seres humanos devem entrar neste holograma físico chamado planeta terra através de câmaras interdimensionais que lhes permitem teleprojetar-se a um corpo físico, que vem com um programa substituto chamado de consciência física.

Os humanos da 3D são os avatares que servem de experimentos para estas raças, que passam o tempo divertindo-se com a nossa maneira de viver e de evoluir. Sabem que este programa genético chamado de consciência física foi um dos seus programas de maior sucesso, porque a partir dele criaram a nível celular todas as estruturas biológicas que somam e definem os seus caracteres genéticos. É por isso que, como raças, não conseguimos entender-nos, porque estas civilizações criaram pontes de não comunicação a nível genético.

É por isso também que estão bem conscientes que a possibilidade de sermos ativados dentro do holograma físico do planeta é quase impossível, porque estamos pisando o seu território, e com ele o controle absoluto dos nossos domínios, uma vez que nos controlam a partir da nossa mente e o fazem utilizando todas as suas tecnologias.

A partir da cidade cibernética nos controlam o tempo todo. Até quando dormimos dentro do holograma terra pisamos o seu mundo e nos comunicamos tecnologicamente através das suas tecnologias, ou seja não estamos sós nem livres como pensamos. Vivemos dentro de um aquário que eles mesmos criaram, e a partir disso nos alimentam e guiam como querem. Conduzem as nossas vidas e controlam as nossas ativações.
Lamentavelmente somos as suas maquinas biológicas de mais sucesso, porque geneticamente e como avatares da 3D lhes solucionamos muitos problemas de extermínio como raças.

Eles ainda não conseguiram obter a nossa biologia. A nível genético ainda somos uma ameaça permanente para todos eles, e por isso trabalham para que não recordemos quem somos verdadeiramente como criação. Controlam o nosso conhecimento e o nosso despertar de consciência porque não querem que pensemos.

Se isso acontecer com um AVATAR 3D acontecerá com todos os outros. Para isso se asseguram de introduzir no holograma físico do planeta terra os seus clones humanos que são os reforços que se encarregarão de contradizer tudo o que queremos fazer e criar obstáculos em todos os caminhos que nos levem até à espiritualidade. Porque não querem que pensemos além dos costumes ideológicos e religiosos, criados para nos conduzir e distrair durante a nossa permanência dentro do holograma físico do planeta terra.

Enquanto debatemos estes temas na Internet ou na nossa vida social, eles controlam as variações da nossa energia, que é o que nos abriria infinitas portas dentro do nosso atual raciocínio. Estão sempre trabalhando para nos confundir e criar distâncias na comunicação e entendimento, para que não consigamos identificar a nós mesmos e nos reconhecermos como irmãos. Porque se isso chegasse a acontecer, conseguiríamos ver realmente o mundo que nos criaram para nos manter prisioneiros e sermos metade máquinas, metade biologia humana.

Como AVATARES 3D formamos parte do seu jogo. Negociam-nos quando lhes convém, porque somos o passaporte das suas existências e permanências dentro deste Sistema Solar.

Estas raças ficam muito incomodadas quando nos comunicamos através da Internet, ainda que elas tenham sido as criadoras e condutoras deste rede virtual.

Extraído de http://www.trinityatierra.com/2011/12/15/documento-recopilatorio-de-comentarios-de-marielalero/
About these ads

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s